Sense8 – A série que irá explodir com o vosso cérebro

Hey pessoal, no post de hoje e no próximo irei comentar sobre duas novas séries totalmente diferentes que me estão a surpreender. Uma delas é “Sense 8” um drama complexo com elementos sci-fi e a outra é “Scream” um thriller que está a elevar as séries teenager para um novo patamar.
No post de hoje irei concentrar-me somente em “Sense8”, uma série para adultos (com nota de 8.5 no IMDB) que se está a provar polémica em todo o mundo. A nova aposta da Netflix, conta a história de 8 estranhos no nosso planeta que começam misteriosamente a contactarem-se telepaticamente e a partilharem sensações uns com os outros, contudo, há algo/alguém que os persegue tentando capturá-los um por um.

É provável que vocês estejam a pensar “isto é banal”, mas talvez mudem de ideias se eu revelar que as mentes criativas que escreveram este enredo são as mesmas que estiveram por detrás de “Matrix” e é possível que neste momento seja um dos programas mais “mindfuck” que podem assistir. Os primeiros dois episódios são bons mas mantêm-se básicos a nível de pensamento e de elaborarmos teorias, mas a partir daí cada episódio começa a exigir mais do espectador.
Outros aspetos que devemos ter em consideração, é que “Sense8” decorre em vários continentes e são inúmeras as cenas que se passam na Coreia, Índia, África, Chicago, Alemanha, San Francisco, Reino Unido, Islândia e etc. assumindo-se como uma produção magnífica e ambiciosa. Esta série também se debruça sobre os mais variados tipos de assuntos atuais como: corrupção financeira, homossexualidade, racismo, religião, entre muitos outros.

Se estão a ficar interessados, irei fornecer-vos uma contextualização sobre os oito protagonistas:

Capheus: É um jovem pobre que habita no Quénia, ele vive na tentativa salvar a sua mãe que sofre de HIV, para isso, o protagonista trabalha como motorista de um velho autocarro e compra medicamentos com os poucos lucros desse emprego. Mais tarde, enverga por caminhos obscuros na esperança de ajudar a sua mãe a melhorar. É para mim os dos personagens mais promissores de toda a série.

Sun Bak: Desde pequena que foi criada pela sua mãe e ignorada pelo seu pai, lutadora e protetora, Sun irá debater-se sobre um enorme dilema que poderá pôr em causa a sua vida ou a honra da sua família. Inicialmente, a meu ver, era a personagem menos interessante, porém, atualmente é das melhores da série.

Nomi Marks: É uma transsexual de San Francisco que luta contra a discriminação da sua própria família. No início da série, os médicos detetam que Nomi possui uma perigosa doença no cérebro e prendem-na contra a sua própria vontade num hospital, cujos alguns médicos a pretendem matar.

Lito Rodriguez: Conhecido por ser um talentoso e atraente ator de filmes de ação espanhóis, Lito é capaz de possuir todas as mulheres que quiser e a vida de luxo que qualquer um pretende, entretanto, Lito ama outro homem e tenta ocultar a sua sexualidade a todo o custo, até que um dia é descoberto por alguém muito estranho.

Will Gorski: Will foi um dos primeiros protagonistas a descobrir a sua capacidade de se conectar aos outros 7 estranhos. Habita em Chicago e trabalha como um polícia destemido e perspicaz, investiga uma estranha morte que ocorreu numa igreja que também pode estar ligada à explicação do seu novo e estranho poder.

Kala Dandekar: Nascida na Índia, Kala assume-se como uma jovem religiosa que irá casar-se com um homem rico e considerado perfeito por todas as suas colegas, no entanto, ela está confusa sobre os seus sentimentos e tudo se torna pior quando começa a ter visões de um homem que mostra entender os seus problemas.

Wolfgang Bogdanow: Dedica-se a assaltar cofres e a viver uma vida no limite com o seu melhor amigo em Berlim, Wolfgang, é um indivíduo negro e solitário que luta secretamente contra os fantasmas do passado, a sua vida muda um pouco quando alguém aparece para o tentar compreender e ajudar.

Riley Blue: É uma jovem islandesa que trabalha como dj no Reino Unido, vive sem grandes ambições num mundo de drogas. Para mim é a pior personagem de “Sense8”, espero que a minha opinião mude até ao final da season 1.

Trailer

Não é uma série para qualquer tipo de público, pois é extremamente complexa ou retrata assuntos que podem fazer com que os espectadores com uma mente mais fechada se sintam incomodados. No entanto, este thriller dramático com pequenos elementos de ficção científica é uma excelente surpresa no novo mercado da televisão.

No próximo post, irei falar sobre “Scream” 😉

Anúncios

One thought on “Sense8 – A série que irá explodir com o vosso cérebro

  1. É ótimo ter-te de volta, ainda por cima a todo o gás! Nunca vi “Sense8”, mas já tinha ouvido críticas positivas e este post deixou-me ainda mais curioso. Aguardo ansiosamente o próximo, pois tenho visto “Scream” e estou a gostar muito.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s