Scream Queens – Como não acabar uma série em grande

Antes de iniciar esta análise, tenho de avisar sobre os inúmeros spoilers relativos à série, nomeadamente sobre algumas reviravoltas e a identidade do misterioso serial killer.

Há algum tempo atrás, escrevi um post em que comparava as produções “Scream Queens” e “Scream: Tv Series”, nesse post elogiei a primeira, referi que começou mal mas que acabou por me surpreender. Infelizmente a sua qualidade entrou em declínio nos últimos 4 ou 5 episódios.

Assisti à transmissão dupla dos dois últimos episódios em simultâneo com os EUA. Apesar da série ter perdido alguma da sua qualidade, ainda me mantinha interessado em saber quem era o Red Devil, acompanhei várias teorias elaboradas por fãs e criei a minha em que Grace era a cabecilha do núcleo de assassinos por inúmeras razões. As expetativas sobre os dois episódios finais eram imensas, esperava um desfecho que “atasse todas as pontas soltas” e acabei por não obter  o pretendido, o penúltimo episódio foi excelente, mas o último foi alvo de uma conclusão repleta de “buracos” no argumento.

SPOILERS A PARTIR DE AGORA!

Continuar a ler

As melhores (e as boas surpresas) da música eletrónica

Hello!!
Sou um grande apreciador de música eletrónica, então considerei interessante elaborar uma lista com os 15 melhores temas que ouvi este ano.
À exceção de alguns DJs, esta lista tem a particularidade de não ter muitos artistas conhecidos ou vinculados para um setor mais comercial, por isso, creio que alguns de vocês vão ficar surpreendidos com as minhas escolhas 🙂

Continuar a ler

O Renascimento de Justin Bieber (ouve o álbum completo grátis)

Heeey!
Desta vez vou refletir sobre um artista algo controverso, refiro-me obviamente a Justin Bieber, que está atualmente em todos os tops mundiais de música e a reconstruir uma carreira de sucesso.
Geralmente procuro sempre várias razões para gostar/não gostar de algo. Como as pessoas mais íntimas de mim sabem, eu detestava-o, para mim ele assumia-se como um mau artista, com uma voz fraca, músicas estúpidas e o pior de tudo com uma personalidade horrível que era reflexo de uma enorme imaturidade obtida graças à fama precoce.
Desde 2013 ou 2014 para felicidade de uns e infelicidade de outros, Justin Bieber começou a afastar-se do perigoso mundo da fama, a imprensa deixou de se interessar por ele e consequentemente deixou de ser alvo de escândalos. Várias fontes apostavam que tinha entrado em declínio, que jamais poderia voltar ao ativo e seria impossível lançar um hit… Então Justin Bieber surpreendeu-nos a todos!

Continuar a ler