O teu estilo não define a tua personalidade

Recentemente deparei-me com uma situação inusitada que me levou a refletir sobre o estilo/look/aparência que cada um de nós utiliza no seu dia a dia.
Estava a conversar com uma pessoa à saída de uma festa em que optei por uma aparência mais clássica e formal, num misto de assuntos durante o diálogo, chegámos ao tema dos gostos musicais. Referi que nutro uma paixão pela música eletrónica, nomeadamente pelos subgéneros de trap, dubstep e drum n bass, esse mesmo indivíduo com quem conversava mostrou-se surpreendido pelos meus gostos, proferindo uma frase semelhante:
“Estás a gozar certo? É impossível um gajo que está a vestir camisa, calças e sapatos gostar de drum n bass! Isso não é para ti.”

Num sentido de hilaridade a tal insipiência, afirmei que no tempo atual, a opinião dele não é válida em qualquer particularidade e que não se deve julgar ninguém pelos gostos musicais. Conheço gente com looks alternativos que ouvem música pop plastic, classy girls que gostam de rock e de trance, e tenho colegas com um look urbano que apreciam música clássica.
Num segmento de completar a minha contestação, declarei que não sou de entrar modas e que não gosto de me vestir somente de acordo com um estilo. De um modo integral, quem me conhece, sabe que tanto opto num dia por roupas mais trendy ou street style, tal como no dia seguinte, uso uma camisa e umas calças num look mais clássico.
Sinto-me bem comigo próprio ao vestir-me assim, sempre cresci com a ideologia que devo prestar um cuidado com a minha imagem para agradar-me a mim próprio e não para agradar os outros. Na minha visão, não gosto de seguir modas, gosto de ser eu a criar a minha.
Com tal argumentação, essa pessoa com quem conversei respondeu:
“Olha, gostares de variar só prova que não tens personalidade, tens de a definir ao usares apenas um estilo.”

Nesse momento, concluí que não valia a pena continuar a discutir com alguém detentor de pontos de vista rudimentares, por isso despedi-me ao instruí-la que a personalidade é construída através de actos e não de roupas.

Só para finalizar este post, é triste observar a realidade que em pleno ano de 2015, a sociedade permanece com a tendência em julgar outros seres pela sua aparência, após esta peripécia, concluí que existem muitas mentes que precisam de se emancipar.
O que aconteceu comigo, acontece diariamente com milhões de outras pessoas e muitas vezes as considerações sobre os mesmos são piores. Posso exemplificar que é habitual uma rapariga vestir roupas mais curtas ou justas e serem automaticamente rotuladas de “gajas fáceis” ou de prostitutas, tal como se um rapaz vestir um cap e uma t-shirt diferente pode ser apelidado de rufia, ou o facto de alguém ter um look alternativo pode preponderar para ser reconhecido como drogado. Há prostitutas que andam completamente vestidas, rufias que utilizam um look totalmente normal e drogados que vestem smoking.

Como tenho defendido, é a personalidade que molda a pessoa que tu és e não as roupas que vestes, músicas que ouves ou filmes que vês.

Cortes de cabelo masculinos para usar em 2015

Olá pessoal,
Desta vez decidi escrever um post direcionado para o público masculino, pois os homens atuais valorizam cada vez mais o aspeto físico e a imagem que transmitem, longe vão os tempos em que o sexo masculino não se preocupava com assuntos relacionados com a beleza. Por isso, selecionei os penteados que mais gostei e que vão ser tendência em 2015.

Todos estes estilos de cabelo foram retirados de sites de moda, creio que se escolherem um não se arriscam a saírem desiludidos do cabeleireiro 😉

Continuar a ler

Moda Homem: As melhores peças da Zara em saldo

Hey aliens,
Este post é maioritariamente destinado aos leitores masculinos, tenho bastante cuidado com a minha imagem, tento vestir-me bem, ter um look próprio mas sem entrar em modas passageiras, por isso, vou partilhar algumas peças da marca Zara que me chamaram à atenção nesta época de saldos.
Se gostarem, corram para a próxima loja mais próxima antes que esgote 😉
Continuar a ler

Padrões de beleza – A estupidez do mundo da moda

Sou apologista da expressão “Cada um é dono do seu corpo e deve fazer aquilo que entende para se sentir bem com ele” e é por isso que o assunto que será desenvolvido neste post me irrita profundamente.
Há alguns dias atrás surgiu um rumor de que a modelo Cara Delevingne foi rejeitada pela “Victoria’s Secret” por estar demasiado gorda, a minha questão neste assunto é “mas que tipo de mulheres é que essas agências de moda pretendem?”

Cara Delevingne

Para quem desconhece, Cara Delevingne é uma modelo internacionalmente conceituada, na minha opinião é uma mulher extremamente bela e com um corpo magnífico, daí que considero ridículo o rumor da rejeição dela por estar demasiado gorda, desconhece-se a autenticidade do rumor mas o que aconteceu neste caso acontece com outras modelos que são obrigadas a praticarem dietas dementes para satisfazerem os padrões ditados pelas agências de moda e/ou grandes marcas de roupa.

Continuar a ler

Black Friday

Hey aliens,

Esta sexta-feira aconteceu a “Black Friday”, para os mais desatentos é um dos dias de maior consumismo do ano em que os estabelecimentos comerciais executam descontos enormes nos seus produtos e os humanos correm em direção dos shoppings para comprarem tudo que ambicionam aos melhores preços nem que para isso tenham de lutar uns com os outros ou até mesmo morrerem por isso. Este dia foi criado nos EUA e é “festejado” na sexta-feira seguinte ao “Dia de Ação de Graças”, aqui em Portugal tem vindo a obter algum destaque de forma gradual, apesar dos descontos não serem tão doentios como nos EUA, esta é uma das melhores datas para comprar roupa antes dos saldos.

Não me considero um jovem consumista, geralmente compro peças de roupa apenas quando necessito, gosto de me vestir bem mas não compro a minha roupa por estar na moda, simplesmente compro uma peça de roupa porque é diferente do habitual ou porque gostei dela. Como estava a necessitar de roupa nova decidi ir à Zara, aproveitar os 20% de desconto da “Black Friday” e como qualquer rapaz da minha idade, entrei na loja e em menos de 5 minutos saí com estas 2 peças hahaha:
Continuar a ler